Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Maio, 2008

“O Blog Diga Não À Erotização Infantil e a Comunidade Diga Não À Pedofilia convidam todos os blogs e sites amigos da criança a participarem de duas blogagens colectivas nos dias 18 e 25 de maio.

Dia 18 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. No Brasil a idéia surgiu em 1998 quando cerca de 80 entidades públicas e privadas, reuniram-se na Bahia para o 1º Encontro do Ecpat no Brasil. Organizado pelo CEDECA/BA, representante oficial da organização internacional que luta pelo fim da exploração sexual e comercial de crianças, pornografia e tráfico para fins sexuais, surgida na Tailândia, o evento reuniu entidades de todo o país. Foi nesse encontro que surgiu a idéia de criação de um Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infanto-Juvenil.

Foi escolhido o 18 de maio em homenagem à menina Araceli. Sequestrada em 18 de maio de 1973, Araceli Cabrera Sanches, então com oito anos, foi drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba. Muita gente acompanhou o desenrolar do caso, desde o momento em que Araceli entrou no carro dos assassinos até o aparecimento de seu corpo, desfigurado pelo ácido, em uma movimentada rua da cidade de Vitória. Poucos, entretanto, foram capazes de denunciar o acontecido. O silêncio da sociedade capixaba acabaria por decretar a impunidade dos criminosos.

Dia 25 de maio é o Dia Internacional Das Crianças Desaparecidas.

A data refere-se ao dia do rapto do menino americano Etan Patz, em 1979. Etan tinha seis anos e jamais foi encontrado. Em 1983, os EUA reconheceram a data.

Na Europa a data foi introduzida pela ONG Child Focus, após o caso Marc Dutroux, belga que raptou, estuprou e matou seis meninas.

Em Portugal, o caso mais falado foi o do desaparecimento de Rui Pedro, há mais de 10 anos. A necessidade de ajudar estas crianças e as suas famílias fez com que nascesse o Projecto ESPERANÇA – Porto XXI

No Brasil, o maior símbolo da luta pelas crianças desaparecidas é Arlete Caramês, mãe de Gulherme, desaparecido desde 17 de junho de 1991.”

COMO PARTICIPAR NA BLOGAGEM COLECTIVA (ver mais)

Equip@ de Enferm@gem Pedi@tric@

Anúncios

Read Full Post »

Diz-se que o mês de Maio é o Mês da Enfermagem:

DIA INTERNACIONAL DO ENFERMEIRO: 12 de Maio

A Equip@ do Enferm@gem Pedi@tric@

dedica este vídeo a todos (as) os enfermeir(as)os

Read Full Post »

Inicia-se aqui um artigo no qual se pretende reflectir acerca da Enfermagem como ciência, arte e profissão num paradigma actual: a globalização.

O que é a enfermagem? O que é a globalização?

CONCEITOS:

1 – ENFERMAGEM: tem sido definida por arte de cuidar e também como ciência (porque se fundamenta em várias ciências, entre as quais a medicina, ramo principal) cuja essência e especificidade é o CUIDADO ao ser humano, individualmente, na figura da família ou da comunidade de modo integral e holístico, desenvolvendo de forma autónoma ou em equipe actividades de promoção e protecção da saúde e prevenção e reabilitação de doenças.

2 – GLOBALIZAÇÃO: A globalização é um processo já antigo que pretende aprofundar a integração económica, social, cultural, política, tornando mais baratos os meios de transporte e comunicação dos países do mundo no final do século XX e início do século XXI. É um fenómeno que surge por necessidade de formar uma Aldeia Global que permita maiores ganhos para os mercados internos que se encontram já saturados.

Origens da Globalização e suas Características:


Muitos historiadores afirmam que este processo teve início nos séculos XV e XVI com as Grandes Navegações e Descobertas Marítimas. Neste contexto histórico, o homem europeu entrou em contacto com povos de outros continentes, estabelecendo relações comerciais e culturais. Porém, a globalização efectivou-se com o neoliberalismo que ganhou força na década de 1970, e impulsionou o processo de globalização económica.

Equipa do Enferm@gem Pedi@tric@

Read Full Post »